Confira 5 smartphones de ponta que não chegarão ao Brasil

Publicado por Dygransoft em

 

Os brasileiros não terão acesso a eles, já que essas versões são restritas aos Estados Unidos.

 

 

Com o aumento do poder de compra do brasileiro nos últimos anos, o país tem entrado cada vez mais na mira das grandes empresas de tecnologia, ávidas por trazer seus produtos para um mercado crescente.

 

Entretanto, isso não significa que todos os eletrônicos de ponta cheguem por aqui. Muitas vezes, as empresas optam por não trazerem seus aparelhos por inúmeros motivos, seja incompatibilidade com o mercado ou falta de uma representação ativa local.

 

Abaixo estão alguns dos aparelhos que poderiam ser sucesso no Brasil, mas simplesmente nunca chegaram (nem devemchegar):

 

HTC One

20130730165229

 

 

Um dos lançamentos mais aclamados do ano, o One é elegante e possui uma das configurações mais robustas do mercado. O dispositivo conta com tela de 4,7 polegadas com resolução 1080p. Ele apresenta processador quad-core com o clock de 1,7 GHz, 2 GB de RAM e até 64 GB de armazenamento, mas não possui slot para cartão SD.

 

Isso tudo é muito bacana, mas existe um grande problema: a HTC não tem representação no Brasil.
Desta forma, os brasileiros até podem trazer o dispositivo de fora do país ou importá-lo, mas ele nunca terá a homologação da Anatel. E o órgão já fala publicamente que tem interesse em banir os celulares “piratas”, que não são homologados. Neste caso, o One, do alto de toda sua potência, seria considerado apenas mais um “xing-ling” e bloqueado.

 

 

Sony Xperia Z

30130730165931

 

 

O top de linha da Sony no Brasil é o Xperia ZQ (lançado internacionalmente com o nome ZL), mas o verdadeiro campeão da linha Xperia chama-se apenas Z.
Na realidade, não são grandes as diferenças entre os dois aparelhos. Em quesito desempenho, eles são praticamente idênticos, com especificações iguais. Contudo, o Z foi planejado para ser mais resistente do que seu “irmão” brasileiro e é à prova d’água.

 

Já no quesito aparência, o Z vence por apresentar uma carcaça mais fina (7,9 mm contra 9,8mm) e contar com um peso um pouco menor do que o do ZQ (146g contra 151g). O aparelho vendido no Brasil ainda vem com uma câmera frontal esquisita, posicionada na parte inferior do aparelho, o que pode ser incômodo para videochamadas.

 

Como vantagens, porém, o modelo brasileiro consegue ser um pouco menor, mesmo com o mesmo tamanho de tela, já que apresenta bordas menores e ainda possui um botão físico dedicado à câmera. O dispositivo oferece, também, um sensor infravermelho que faz com que ele possa ser usado como controle remoto.

 

Segundo a Sony, pesquisas mostraram que o ZQ se adequaria mais ao público brasileiro e por isso preferiram apostar no modelo por aqui.

 

 

 

Nokia Lumia 928

 

40130730165902

 

O Lumia 920 é o que há de mais potente em Windows Phone no Brasil, mas no exterior já há outros modelos da Nokia que o superam. E o 928 é um deles, que não deve chegar ao Brasil.

 

O aparelho é uma versão melhorada do 920, que traz incrementos importantes ao dispositivo. A começar pela tela de OLED, com Gorilla Glass 2, em vez de LCD IPS, que deve garantir cores mais vibrantes e melhor desempenho mesmo debaixo de forte luz do sol, além de mais resistência.
A Nokia apostou bastante no áudio, tanto em gravação como em reprodução. A empresa melhorou os alto-falantes e os microfones para garantir melhor captura de som. O flash da câmera também ganhou upgrade, e agora a companhia finlandesa usa Xeon em vez de LED.

 
Por fim, o aparelho é um pouco mais alto que o 920 (133mm contra 130,3mm), mas é mais fino (68,9mm contra 70,8mm) e mais leve (163g contra 185g). A Nokia também aponta que a bateria do Lumia 928 é superior, capaz de 16,2 horas de conversação contra 10,8 do “irmão” menor.
A empresa ainda anunciou o Lumia 925 e Lumia 1020, mas eles devem chegar ao Brasil em um futuro próximo.

 

 

Huawei Ascend Mate

 

50130730170210

 

A chinesa Huawei mostrou no início desde ano o seu phablet Ascend Mate. Ele não deu as caras no Brasil, nem deve surgir tão cedo.

 

O Ascend Mate é o sonho de quem gosta de um celular grandão. Sua tela de 6,1 polegadas tem resolução Full HD que faz jus ao seu tamanho. O aparelho tem processador quad-core com 1,5 GHz e 2 GB de RAM que rodam com eficácia o Android 4.1 (Jelly Bean). A câmera traseira faz fotos em 8 MP e conta com tecnologia HDR, enquanto a frontal gera imagens em1 MP. O dispositivo conta com 8 GB de armazenamento, com slot para cartão microSD.

 


Só que a Huawei não tem uma participação significativa no mercado de smartphones brasileiro, e os dispositivos da linha Ascend nunca desembarcaram no território nacional.


Outro aparelho que poderia ser sucesso seria o Ascend P6, que se autoproclama “o aparelho mais fino do mundo”, com 6,8 mm de espessura.

 

 

Samsung Galaxy S4 Google Edition

 

60130730192119

 

 

A Samsung conseguiu criar um dos dispositivos mais aclamados do mundo ao lançar o seu Galaxy S4. Entretanto, nem todos os fãs do aparelho são entusiastas da interface TouchWiz e dos aplicativos próprios da empresa. Para essas pessoas, a companhia coreana fechou parceria com o Google para produzir o S4 Google Edition, com o Android “puro”.

 

Com o lançamento, o dispositivo deve receber atualizações do Android mais rapidamente, além de onter uma experiência Android mais lisa, conforme planejado pelo próprio Google, exatamente como os aparelhos da linha Nexus, que não contam com “bloatware”, aplicativos desnecessários que já vêm instalados no sistema.

 

 

Então como já dito, Infelizmente os brasileiros não terão acesso a eles, já que a versão será restrita aos Estados Unidos.
Fonte: Olhar Digital


Dygransoft

Fazemos parte do grupo Dygran, fundado em 1986 sediado na cidade de Maringá – PR. Desde 1995 a Dygransoft acumula competência e experiência no desenvolvimento de softwares de gestão de empresas (ERP). Nossas soluções são distribuídas por todo o Brasil através de parceiros que atendem prontamente a necessidade de cada cliente.

Iniciar Conversa
Precisando de Ajuda
Olá!
Podemos de ajudar?