DANFE (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica)

Publicado por Dygransoft em

 

O que é DANFe? Qual sua finalidade? A emissão é obrigatória? Esse documento tem validade fiscal? E como se emite?

Perguntas desse tipo são comuns entre empresários que estão começando um negócio e se deparam com uma série de siglas que se referem a taxas, documentos e operações fiscais ou contábeis.

Por isso, neste post preparamos um conteúdo com as respostas para as principais dúvidas sobre o que é DANFe, um documento comum no dia a dia dos empreendedores.

 Confira!

 

Afinal, o que é DANFe?

É uma abreviação do termo “Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica” e se refere a uma síntese da Nota Fiscal eletrônica (NF-e), ou seja, é um papel impresso com uma versão simplificada da NF-e.

Ele serve como um instrumento auxiliar para consulta da NF-e e para acompanhar o trânsito das mercadorias, ou seja é uma via impressa simplificada da Nota Fiscal.

 Portanto, é preciso seriedade e precisão, porque havendo divergência entre os dados da NF-e e do DANFe, a multa para o emissor pode chegar a 100% do valor da operação.

 

Para que serve o DANFe?

O principal uso desse registro é durante o transporte de mercadorias até o destinatário, disponibilizando dados básicos sobre a operação em curso (quem emitiu, quem vai receber, valores envolvidos na operação, etc.).

No entanto, como não tem valor fiscal, não há necessidade de ser arquivado após o recebimento.

A informação mais importante que consta no documento é a “chave da nota”, formada por 44 números. A “chave da nota” identifica a Nota Fiscal eletrônica e permite que o documento seja consultado.

 

Como imprimir DANFe?

O documento pode ser impresso em papel comum (folha A4). A Receita Federal disponibiliza um layout padrão, mas a empresa pode adotar outro modelo, desde que: mantenha os campos do modelo atual; informe a chave de acesso e o código de barras em todas as páginas; se utilizar o verso, respeite a dimensão de 10X15 para uso de carimbos; reserve um canhoto para o destinatário atestar o recebimento.

O DANFe poderá ser impresso apenas depois que a Sefaz autorizar a emissão da NF-e. E atenção: o emissor de NF-e não pode imprimir o DANFe antes que a Sefaz autorize.

 

Torne a emissão de DANFe mais simples

Para simplificar a emissão de DANFe tem que recorrer a um bom sistema de gestão (ERP).

A DygranSoft oferece a solução ideal para emissão, o ERP se comunica com a Secretaria da Fazenda na qual a empresa está inscrita e envia as informações da NF-e que o cliente gerou.

O sistema da Sefaz recebe esses dados e valida a nota, então é gerado o XML e o DANFe, que já pode ser impresso e anexado ao envio da mercadoria. Simultaneamente, o documento pode ser enviado por e-mail para o cliente.

Isso significa que emitir DANFe pelo nosso ERP oferece mais economia de tempo ao seu dia a dia e, consequentemente, otimização das tarefas.

Agora que você já sabe o que é DANFe e como emitir o documento com mais facilidade.


Dygransoft

Fazemos parte do grupo Dygran, fundado em 1986 sediado na cidade de Maringá – PR. Desde 1995 a Dygransoft acumula competência e experiência no desenvolvimento de softwares de gestão de empresas (ERP). Nossas soluções são distribuídas por todo o Brasil através de parceiros que atendem prontamente a necessidade de cada cliente.

Iniciar Conversa
Precisando de Ajuda
Olá!
Podemos de ajudar?